Harmonizando ambientes

A nossa casa é sempre um ambiente de refúgio, um local onde procuramos nos sentir acolhidos e protegidos. Depois de um dia longo no trabalho e de lidar com os estresses da rotina, quem não gosta de chegar em um lar com um visual bonito, confortável e convidativo

Por isso, quem curte decoração sabe da importância de cuidar da casa para viver uma vida com mais bem-estar. E se você gosta mesmo do assunto, provavelmente já ouviu falar de Feng Shui. 

Feng Shui é uma prática milenar que examina os objetos dentro de uma casa e suas posições a fim de entender como esses itens interagem e afetam a circulação de energia.

Na verdade, esse conhecimento demonstra como os ambientes ao nosso redor influenciam nossa vida para além do conforto material, incluindo também nossos relacionamentos, performance no trabalho e saúde física, mental e financeira. Sendo assim, cuidar da disposição dos objetos em sua casa causa um impacto em todos os momentos do seu dia — mesmo que você nem se dê conta disso! 

O Feng Shui é, acima de tudo, uma arte que te auxilia a harmonizar ambientes e, de quebra, todos os aspectos da sua vida. Ficou curioso e quer saber mais? Então continue a leitura, pois preparamos um post completo com dicas práticas de como aplicar esse método na sua casa e atrair apenas energias positivas! Acompanhe!

1. Entenda o que é Feng Shui 

A arte e ciência do Feng Shui existe há mais de 4 mil anos e foi desenvolvida na China. Os antigos mestres costumavam filosofar e observar os efeitos tanto positivos quanto negativos da natureza quando escolhiam um espaço para morar e cultivar suas plantações.

Com base nessas reflexões, eles elaboraram uma série de conhecimentos com o fim de ensinar pessoas a equilibrar as energias de qualquer lugar — uma casa, um jardim, um espaço de trabalho — de modo a garantir o bem-estar e a fortuna do seu habitante. Esses aprendizados foram transmitidos ao longo dos anos e praticados amplamente em várias regiões da China. 

Vale notar aqui que o conceito de fortuna, para os grandes mestres, pode se manifestar na vida de uma pessoa de várias formas, e não apenas como riqueza financeira. Alguns exemplos são: uma boa saúde, uma carreira de sucesso, um grande amor, entre outros. 

Origem do conceito de Feng Shui 

A palavra Feng significa vento, enquanto Shui quer dizer água. Na cultura chinesa, a água e o vento são associados à boa fortuna, portanto fazer um bom Feng Shui do seu lar indica que você atrairá bons fluidos para sua vida. Por outro lado, acredita-se que não aplicar o método corretamente pode trazer má sorte. 

O Feng Shui é baseado na filosofia Taoísta e no modo como essa linha de pensamento vê e entende a natureza. De acordo com o Taoísmo, a terra é viva e repleta de uma energia conhecida como Chi. 

Os antigos acreditavam que a energia Chi era determinante para o triunfo de qualquer pessoa ou até mesmo de um governo ou um reino. As teorias sobre os elementos do Feng Shui, sobre Yin e Yang — representação do positivo e do negativo — entre outros aspectos relacionados vêm do Taoismo e do I Ching.

Portanto, em suma, o Feng Shui é um conhecimento que fala sobre a interação das forças da natureza e o ser humano. 

Ferramentas de Feng Shui

Para aplicar o Feng Shui em qualquer espaço, as ferramentas usadas são o compasso de Feng Shui e o Baguá.

O Baguá é um mapa energético com formado octogonal que possui os símbolos do I Ching, um oráculo antigo que serve como uma das bases do Feng Shui. As oito áreas em que ele é dividido são: trabalho, amigos, criatividade, relacionamentos, sucesso, prosperidade, família e espiritualidade. 

O conhecimento do Baguá da sua casa ajuda você a entender como cada área do seu lar se conecta com um aspecto da sua vida. Então, ao saber exatamente onde fica a área da amizade na sua casa, por exemplo, você pode fazer mudanças no espaço de forma que ela traga melhorias para essa dimensão. 

Já o compasso, chamado de Luo-Pan, é usado para acessar informações mais profundas a respeito de um espaço ou construção. Ele é um objeto redondo formado por vários anéis dispostos ao redor de uma agulha magnética. Luo significa tudo e Pan tigela. Assim, podemos interpretar a “tigela” como um recipiente que contém todos os mistérios do universo. 

Você não precisa necessariamente do compasso tradicional para aplicar Feng Shui na sua casa. Contudo, com ele, você consegue acessar informações mais complexas e ir fundo na análise de um espaço. 

Por fim, outro elemento é a cura, que são objetos capazes de trazer melhorias para sua vida. No Feng Shui, existem várias opções, como aquários, cristais ou fontes. Além disso, a cura pode ser usada por meio do uso de cores nos ambientes e a inserção de outros objetos como espelhos ou relógios. 

2. Conheça os benefícios do Feng Shui 

Maximiza fluxo de energia

O Feng Shui, quando bem aplicado nos ambientes, pode ajudar pessoas a alcançar objetivos e sentir em suas vidas uma série de benefícios. Conheça: 

2.1. Contribui para a estabilidade e sucesso na carreira 

A área norte de cada ambiente, de acordo com o Baguá, simboliza a carreira. Assim, favorecer a circulação de energia nesse espaço ajuda com que as pessoas conquistem mais oportunidades de negócio, abre portas e contribui para que um indivíduo consiga ter mais sucesso e estabilidade no trabalho. Isso acontece porque, ao ativar esse local, a energia deixa as pessoas com mais motivação e força de vontade. 

2.2. Melhora a saúde

Se você busca se sentir mais saudável, o Feng Shui pode ajudar, especialmente porque essa prática prega a limpeza e eliminação de excessos. Ao desatravancar certos ambientes, a energia circula com mais facilidade, promovendo uma sensação maior de bem-estar. 

2.3. Fortalece os relacionamentos 

O Feng Shui tem como principal objetivo ativar e maximizar o fluxo de energia positiva, consequentemente preenchendo os espaços com boas vibrações. Isso faz com que as pessoas consigam atingir um estado de bem-estar e alegria, o que é determinante para a saúde dos relacionamentos, tanto entre casais como com a família e os amigos.

Uma vez que o Feng Shui ajuda a reduzir os níveis de estresse e ansiedade nos ambientes, as pessoas tendem a se relacionar com mais felicidade e equilíbrio, e as situações de briga e discórdia são reduzidas. 

2.4. Aumenta a energia e motivação 

Obstáculos nos ambientes, acúmulo de objetos e desordem bloqueiam o fluxo de energia. Ao aplicar as práticas de Feng Shui, a circulação benéfica de fluidos positivos contribui para que as pessoas sintam-se mais motivadas, criativas e capazes, melhorando a performance e concentração.

2.5. Traz prosperidade e evita problemas financeiros 

Ter mais conhecimento sobre a área do dinheiro em sua casa, com o auxílio do Baguá, permite que as pessoas entendam por que estão passando por desafios financeiros e como podem fazer para melhorar essa situação. Quem não sofre com problemas nesse setor pode acionar práticas e elementos que atrairão ainda mais prosperidade. 

2.6. Promove a saúde emocional e mental 

Más vibrações podem prejudicar a vida dos habitantes de uma casa, favorecendo a depressão, a ansiedade, o estresse e o desconforto. Como o Feng Shui afasta energias negativas e atrai as boas, isso ajuda a diminuir a sensação de tristeza e propicia mais tranquilidade, contribuindo para a saúde mental e emocional das pessoas.

3. Saiba como aplicar o Feng Shui 

Quer atrair boas energias e promover mudanças no dia a dia da sua casa ou do seu trabalho? Confira dicas de como começar e colocar a arte do Feng Shui em prática: 

3.1. Livre-se dos excessos e da bagunça 

Primeiramente, o passo fundamental da aplicação do Feng Shui: elimine toda a bagunça da casa e livre-se de coisas que estão sem uso, quebradas ou acumuladas. Ou seja, faça aquela limpeza radical no ambiente! Essa atitude é fundamental para começar a promover a circulação de energia harmônica e fazer com que o ambiente da casa comece a ficar mais leve. 

Outro ponto importante: conserte tudo que está quebrado. Arrume então vazamentos, lâmpadas queimadas, entre outras coisas. Mantenha o ambiente limpo, bem conservado e pintado também. O que não pode mais ser reparado ou está muito velho deve ir para o lixo ou ser doado. Lembre-se de que esses objetos atravancados criam obstáculos para a circulação energética. 

3.2. Defina o mapa energético do ambiente 

Faça um rascunho da planta do ambiente no qual você deseja aplicar o Feng Shui e use o Baguá para descobrir onde ficam as 8 áreas. Dessa forma, você sabe exatamente o que cada espaço precisa e quais elementos devem ser adicionados ou eliminados para favorecer o fluxo de energia positiva. 

3.3. Inclua itens relacionados aos 5 elementos do Feng Shui 

Fortalecendo energias

A teoria do Feng Shui fala de 5 elementos básicos da natureza, são eles: Madeira, Fogo, Terra, Metal e Água. Para criar mais equilíbrio no ambiente, incorpore objetos relacionados a esses elementos.

Cada elemento favorece uma energia diferente, portanto, você pode escolher colocá-los em locais especiais. Se deseja atrair mais dinheiro, por exemplo, introduza objetos dos elementos água e madeira na área de prosperidade de sua casa. Confira algumas opções: 

  • Madeira: favorece criatividade e crescimento, porém, em excesso, pode deixar as pessoas mais tristes, inflexíveis e teimosas. Use objetos como flores, plantas, móveis de madeira ou tecidos de fibras naturais; 
  • Fogo: eleva o entusiasmo e a inspiração. Em excesso, pode causar raiva e irritabilidade. Adicione no espaço velas, cores como vermelho, rosa e roxo ou papéis de parede festivos; 
  • Terra: afeta o equilíbrio, dá força e estabilidade. Em muita abundância, pode passar a sensação de tédio e muita seriedade. Incorpore posters com imagens naturais ou cores terrosas (verde, marrom ou creme); 
  • Metal: propicia clareza de pensamento e lógica, favorecendo os estudos. Em demasia, pode deixar as pessoas muito críticas e impulsivas. Para incorporar esse elemento, aposte em materiais com metais, como ferro, alumínio, prata ou ouro, e use cores como cinza ou branco;
  • Água: beneficia as emoções, a inspiração e a intuição. Quando em exagero, pode criar desarmonia emocional e depressão. Adote itens como fontes, aquários, espelhos ou use cores como azul ou preto. 

3.4. Capriche na decoração da entrada 

Algumas pessoas nem mesmo usam as portas principais de entrada, preferindo entrar pelos fundos de um local. Contudo, essa atitude limita a entrada de boas energias e oportunidades na sua casa. Isso acontece porque a porta de entrada é por onde o Chi entra em sua casa.

Então comece a usar mais essa porta e capriche na decoração, deixando-a limpa e livre de obstáculos. 

3.5. Use espelhos 

O uso correto de espelhos pode fazer milagres para um ambiente. Além de criar a ilusão de espaços mais amplos e iluminados, eles atraem energia de abundância e calma. Contudo, é preciso usá-los corretamente para não ter efeitos contrários! 

Um espelho na entrada da casa, nos halls e nos corredores é uma excelente adição, pois ele amplia o espaço a favorece o fluxo de energia nesses ambientes, que costumam ser menores e mais apertados. 

Outro bom local para espelhos é na sala de estar — especialmente um jogo de espelhos, como se estivesse criando uma estampa ou galeria na parede. Da mesma forma, espelhos na sala de jantar é uma ótima ideia. Seu reflexo duplica a quantidade de comida na mesa, o que atrai mais abundância e prosperidade. 

Em contrapartida, evite espelhos que reflitam a cama, pois isso atrapalha o sono. Além disso, não use esses objetos na cozinha. A cozinha é o local na casa onde o elemento fogo impera, e o espelho é do elemento água. Como essas energias são conflitantes, o uso do espelho pode causar desarmonia. 

3.6. Acerte na posição da cama 

A posição da cama é um verdadeiro drama para muitas pessoas que querem adotar as práticas de Feng Shui, mas possuem quartos com uma planta muito limitada. 

A cama é o móvel mais importante do quarto, e objetos cruciais como esse devem estar na “posição de comando”. No Feng Shui, essa posição nos cômodos representa o local onde você se sente mais protegido e preparado para lidar com qualquer desafio.

A essência dessa posição é estar em comando de sua própria energia para lidar melhor com qualquer situação. Em qualquer cômodo, esse ponto fica longe da porta de entrada, porém, posicionado de modo que a pessoa consiga ver a porta, mas não estando alinhada exatamente para frente dela.

Resumindo, as regras básicas para sua cama são: 

  • ter visão da porta, mas sem estar diretamente em frente a ela; 
  • estar perto da janela, mas não na mesma parede que a mesma; 
  • ter um acesso fácil (sem outros móveis que atrapalhem a circulação); 
  • se tiver um criado mudo, deve possuir dois iguais (ou muito parecidos) de ambos os lados para promover equilíbrio. 

A cama é muito importante para o Feng Shui do quarto, portanto, cuide dela! Lençóis limpos e arrumados e um bom colchão são essenciais.

Vale lembrar aqui que o mesmo cuidado que você tem com a cama você deve ter com outros móveis que representam o “comando” de cada cômodo, ou seja, o sofá na sala, a mesa no escritório e assim por diante. 

3.7. Atraia mais dinheiro arrumando a cozinha

Em geral, a cozinha e os armários nas casas são símbolo do fluxo de dinheiro. Então, nem precisa dizer que mantê-los desorganizados e com produtos vencidos não é bom sinal para a saúde do seu bolso, certo?

Assim, cheque sempre a validade de tudo e elimine produtos com defeitos ou potes sem tampa. Essa dica vale tanto para armários abertos como os fechados. Outra sugestão é deixar objetos como facas e tesouras guardados, ou seja, não os deixe expostos. 

3.8. Traga plantinhas para seu lar

Além da beleza, plantas são maravilhosas para decorar, melhorar a qualidade do ar e trazer boas energias para a casa. Algumas indicações são o Lírio da Paz (renova o ar e promove o equilíbrio), a Espada de São Jorge (traz proteção) e a Árvore da Felicidade (excelente para os relacionamentos). 

4. Evite 5 erros do Feng Shui 

Fluxo da Natureza

Ao tentar iniciar na arte do Feng Shui sem muito conhecimento, algumas pessoas tendem a cometer falhas que podem atrapalhar o fluxo de energia nas suas casas em vez de ajudar! Portanto, para garantir bons resultados, saiba o que você deve evitar e veja como corrigir 5 erros comuns:

4.1. Inserir os elementos errados nos ambientes

Como vimos antes, algumas cores e objetos estão associados aos 5 elementos do Feng Shui. Tanto a falta como o excesso deles pode atrapalhar, portanto, é sempre bom estudar a planta da casa e do Baguá para saber aplicar da forma certa. 

Nesse contexto, a fonte é um dos objetos de decoração mais famosos do Feng Shui e é associada ao elemento água. Contudo, é preciso ter muito cuidado com onde vai colocá-la!

O elemento água atrai uma energia Chi muito poderosa, e em locais inapropriados pode causar uma confusão mental e sensação de apatia. Evite elementos água no quarto e na cozinha, por exemplo. Estude a planta da sua casa e veja qual local necessita dessa energia e coloque sua fonte lá. 

O mesmo pode acontecer com outras curas famosas do Feng Shui, como estátuas e imagens do dragão chinês, elefantes, o gato da sorte, o espelho de Baguá, entre outros artigos que podem ser facilmente encontrados em lojas.

Não compre todos esses itens e coloque-os em qualquer lugar. Você precisa, antes de tudo, saber que energia deseja ativar em cada espaço. Fazer com que sua casa pareça uma loja de souvenires asiáticos definitivamente não é uma boa ideia. 

4.2. Ter eletrônicos e TV no quarto 

O quarto deve ter um ambiente de romance e tranquilidade. A presença de TVs e computadores cortam não somente o clima de paixão como fazem mal para a saúde. O excesso de eletrônicos no quarto atrapalha o sono e causam uma influência negativa no seu bem-estar. 

4.3. Decorar o piso de cada cômodo de uma forma diferente 

No Feng Shui, o chão representa a estrutura da casa, por isso ele deve ter um senso de continuidade sólido. Quando uma pessoa decide decorar cada cômodo com um design diferente, a sensação de força e consistência pode se perder. 

4.4. Manter plantas mortas em casa ou no jardim

Nada como uma planta morta para atrair uma energia ruim! Se elas não sobreviveram, as substitua imediatamente. Monte um calendário ou use aplicativos que vão te lembrar de molhá-las.

Prefere plantas artificiais? Elas não são as mais indicadas, porém, se você as tiver, deixá-las esquecidas e cobertas de sujeira é a mesma coisa que matá-las. O ideal nesse caso é garantir que elas estejam sempre limpas e com um aspecto saudável, semelhante às naturais. 

4.5. Adotar um estilo monocromático e evitar cores 

Muitas pessoas têm medo de usar cores fortes e papéis de parede com estampas com receio de que estes elementos atrapalhem as energias da casa. Em vez disso, apostam em um visual totalmente branco. 

O Feng Shui favorece o fluxo da natureza, que possui energias mais calmas e outras mais ativas. Por isso, é importante conhecer o Baguá de sua casa e saber como aplicar os 5 elementos.

Todas as casas precisam de elementos mais coloridos, com cores fortes, bem como outros mais calmos e suaves. A falta de cor e personalidade na casa pode deixar o ambiente monótono e sem vida. O certo é saber como e onde aplicar. Abandonar as cores e optar pelo branco é um grande erro — de estilo e de Feng Shui! 

Agora que você sabe o que é o Feng Shui, pode adotar, aos poucos, práticas espertas dessa filosofia e conferir os benefícios que ela proporciona! Essa arte milenar vai te surpreender, experimente! 

Gostou de saber mais sobre o Feng Shui? Conhece outras dicas e boas práticas sobre esse método? Você já incorporou algum elemento de Feng Shui na decoração da sua casa? Conte para a gente nos comentários e compartilhe suas ideias com os outros leitores! 

 

Conheça a loja

Escrito por QCola