elegancia e sofisticacao

Na hora de construir ou reformar, papéis de parede podem levar elegância e sofisticação para um ambiente, além de funcionar como um diferencial na decoração. Entretanto, um orçamento mais apertado pode não permitir que cada detalhe da obra seja realizado, e alguns cortes tornam-se necessários.

Então, para não abrir mão desse item em especial, que tal aprender como fazer papel de parede? Quando feito em casa, ele pode garantir aquele toque especial que a sua cozinha merece, ou elegância para a sala de estar e mais personalidade para o seu quarto.

E sua aplicação é mais simples do que pode parecer. Exige apenas muito cuidado e atenção aos detalhes, para que fique com a cara de um trabalho profissional.

E aí, preparada para dar um upgrade na decoração da sua casa e aplicar um papel de parede feito por você mesma? Então, prossiga com esta leitura e aprenda o passo a passo com as nossas dicas!

Os materiais necessários

O item essencial, como não poderia deixar de ser, é aquele que será utilizado como o papel em si. Pode ser papel de embrulho, jornais, revistas em quadrinhos, fibra e tecido de algodão, papel craft e até papel contact — todos itens baratos e muito fáceis de aplicar.

Para a aplicação do tecido, você pode fazer uma cola bem simples com amido de milho e água. Ela permite que o papel seja retirado depois de aplicado e não deixa manchas na parede, além de não ter cheiro nem agredir a saúde.

Você também pode precisar de cola de papel ou uma fita dupla face, caso prefira utilizar papel de embrulho ou outros papéis. Já o papel contact tem sua própria uma cola. Por fim, é bom utilizar ainda um estilete de precisão para fazer os acabamentos.

Como preparar a parede

Antes de começar a aplicação, é preciso limpar bem a parede. Para isso, utilize um limpador multiúso e remova sujeiras, colas e outros elementos que possam prejudicar a fixação. Aqui você também pode utilizar água e sabão.

Depois de limpá-la, espere a parede secar por, pelo menos, um dia inteiro. Busque deixá-la bem lisa, para não criar calombos e bolhas de ar durante a aplicação. Caso ainda haja pequenas saliências, elimine-as com uma lixa.

Como aplicar um papel de parede feito em casa

A aplicação de todo papel de parede exige muita atenção e um cuidado especial aos detalhes, além de muita paciência. Afinal, você não escolheu aquele padrão maravilhoso de tecido ou papel para depois pecar no acabamento, não é mesmo?

1. Tecido

O tecido mais recomendado para esse tipo de uso é de 100% algodão, que fixa bem com a cola caseira, é mais firme e fácil de trabalhar, e tem uma boa durabilidade. Nesse caso, meça sua parede e corte o tecido no tamanho certo, deixando um pouco de sobra para fazer o acabamento.

Você pode usar um único painel do tamanho da sua parede inteira, ou dividi-lo em vários painéis menores, para colar em partes. Se for dividir, é importante manter a simetria na gravura, fazendo com que os padrões se encaixem.

Então, com um pincel ou rolo de pintura, passe a mistura de amido e água na parede e, sem esperar que a cola seque, aplique o tecido. Aplique a cola aos poucos, apenas nas partes em que você trabalhará imediatamente, e comece pelo alto, para que o tecido fique reto.

Após a aplicação de todo o tecido, passe outra camada da cola — dessa vez, sobre ele —, e busque eliminar qualquer bolha que, por acaso, surgir. E não se preocupe: a cola não manchará o tecido. Assim que secar, ela desaparecerá e deixará o tecido duro, com aparência de aplicação profissional.

Por fim, faça o acabamento retirando o excesso com um estilete de precisão. Para remover o tecido, molhe-o e puxe. E retire os resquícios da cola com um pano úmido.

2. Papel de embrulho

Toque especial

Em geral, utiliza-se o papel de embrulho já cortado em diversos painéis. Tome cuidado apenas para que cada painel esteja simétrico com o do lado e que nenhuma imagem fique cortada.

Meça a parede para saber a medida exata do papel. Antes de colá-lo na parede limpa, sugerimos que você crie uma referência montando o design planejado no chão. Assim, é possível ter uma ideia de como a parede ficará e ajustar qualquer falta de simetria.

Para aplicar, cole uma fita dupla face em cada borda do papel. Então, segure-o na parede e comece a retirar a fita pela borda de cima. Passe o dedo durante a aplicação, para que a cola grude bem, e não apareça nenhuma bolha de ar.

Enfim, alise o papel sobre a parede e, em seguida, retire a fita da borda de baixo, tomando muito cuidado para que todo o papel fique bem liso ao colar. A fita dupla face, em geral, não gruda na parede, mas você pode passar um removedor para tirar qualquer resquício, caso deseje remover o papel.

3. Papel contact, jornais e revistas

Tire as medidas da parede, para saber quantos rolos do adesivo serão necessários e se o tamanho dará certo. Normalmente, o papel contact vem no tamanho padrão de 190x45cm, mas é possível recortá-lo em outras medidas com a ajuda do seu verso quadriculado.

Você pode encontrar o papel contact em várias cores e estampas, mas também pode pintar você mesmo sobre o adesivo. Para isso, estique-o no chão, faça a decoração que desejar e espere-o secar.

Já na aplicação, alinhe o papel com um dos cantos superiores e comece a retirar o verso, alisando a folha para evitar bolhas de ar. Faça isso durante toda a aplicação e, aos poucos, vá retirando as bolhas de ar com o auxílio de uma régua.

Caso perceba algum erro, remova o adesivo e aplique-o novamente. E deixe um espaço de sobra nas bordas, para recortar depois com um estilete de precisão. Você também pode colar jornais, revistas ou outras imagens na parede e passar papel contact transparente para finalizar.

Agora, para remover o papel da parede, utilize um secador com ar quente e puxe o plástico aos poucos. Quanto aos resquícios da cola, retire-os com um removedor.

4. Estêncil

Essa é uma maneira de, literalmente, pintar o seu próprio papel de parede. É bem simples de realizar: você só precisará de uma figura recortada em uma superfície firme e resistente, para servir de molde, e tinta.

Primeiro, pinte a parede na cor desejada para o fundo. Após a secagem, coloque o molde na parede e passe a tinta sobre ele, fixando a gravura. Essa tinta pode ser comum ou especial para estêncil, que escorre menos.

Então, antes de retirar o molde, marque as bordas com um lápis, para fazer o alinhamento da padronagem. Para remover a gravura da parede, basta pintar em cima!

Enfim, viu como fazer papel de parede pode ser simples? Além das vantagens que ele oferece, você ainda conta com uma decoração personalizada e de fácil aplicação, podendo alterar sempre que quiser. E agora, se gostou deste post, aproveite para descobrir como aplicar você mesmo o seu papel de parede!

 

Conheça a loja

Escrito por QCola