Voce mesmo aplica

Quando o assunto é decoração, os papéis de parede são os queridinhos de muita gente. Eles conferem um aspecto de requinte, aconchego e modernidade aos espaços e, de quebra, são mais econômicos que muitos revestimentos existentes no mercado.

Além disso, são práticos e permitem a aplicação por conta própria. Existem opções laváveis, hipoalergênicas e com textura. Você pode trocá-los com frequência, caso enjoe de modelos ou cores, e não precisa lidar com o odor e a sujeira resultantes da pintura.

Em resumo, eles evitam muitas dores de cabeça. Mas, se você não souber escolher bem o modelo, ou, então, o modo correto de aplicação, pode se deparar com alguns probleminhas, como as desastrosas rugas e as bolhas em papel de parede.

Basicamente, esses papéis existem em dois tipos: com adesivo e sem adesivo. E apesar de a aplicação do papel de parede adesivo ser bem mais simples do que a do de fixação tradicional, os cuidados que você deve tomar são basicamente os mesmos.

O ideal é você sempre se prevenir para não ter que sair consertando pequenos defeitos depois.

Para evitar dores de cabeça, é importante se dedicar desde o momento anterior à aplicação do revestimento, preparando sua parede para receber o papel de parede, até o período posterior à aplicação, tendo a atenção necessária para manter o revestimento sempre bem cuidado.

Tenha em mente que o momento anterior à aplicação do papel de parede é a etapa mais importante do processo. No entanto, mesmo tomando alguns cuidados, você ainda corre o risco de sofrer com inconvenientes ao longo do caminho.

Não sabe o que fazer? Fique tranquilo. É bem mais simples do que parece!  

Pensando em você, elaboramos algumas dicas bem práticas de como aplicar o papel de parede da melhor forma e, também, evitar e até remover imperfeições.

Confira!

1. Prepare a sua parede

Para que a aplicação do papel de parede se torne ainda mais simples do que já é, você deve tomar alguns cuidados. São eles que vão garantir que esse revestimento tenha uma maior vida útil, além de evitarem futuras chateações, como rasgos, descolagem precoce e bolhas.

Saiba que papel de parede e umidade não se dão bem. Por isso, evite instalá-los em áreas externas ou que molhem facilmente, como banheiros e cozinhas.

Outra dica é adquirir opções em vinil ou impermeáveis, que são mais resistentes e, de certa forma, laváveis. Mas lembre-se: existem revestimentos apropriados para cada ambiente. A praticidade deve vir sempre em primeiro lugar, ok?

Uma vez que você tenha escolhido o destino do seu papel, garanta que sua parede esteja lisa, livre de imperfeições ou ondulações, limpa e seca.

Caso haja necessidade, lixe, passe um pano úmido para retirar o pó e deixe a superfície de aplicação secar naturalmente. Depois disso, sua parede estará pronta para receber o revestimento.

2. Aplique o papel de parede com cuidado

Não saia colando o produto sem fazer uma organização do material. Se você estiver tentando fixar pedaços muito grandes ou em locais difíceis de acessar, pode estragar a aplicação, criando rugas e bolhas em papel de parede.

Por isso, corte o papel em tamanhos equivalentes e com alguns centímetros a mais para as partes que vão ficar nas extremidades. Dessa forma, o manuseio torna-se mais simples e o acabamento final fica melhor.

Comece sempre a aplicação a partir do teto e vá descendo. Deixe alguns centímetros passando, para serem recortados depois, e, com a ajuda de um pano seco, vá esticando e colando o papel de parede aos poucos.

É muito importante que você vá passando o pano por cima do papel à medida que ele for sendo esticado na parede. Desse modo, evita-se a formação de bolhas. Use uma espátula para fazer os acabamentos finais.

3. Corrija as imperfeições

Deixando o papel de parede bonito

Você tomou todos os cuidados acima e, ainda assim, sobraram imperfeições?

Rugas e bolhas em papel de parede estão entre os problemas mais temidos por quem se aventura a reformar a casa por conta própria.

Mas, se isso acontecer, não se preocupe! Você pode amolecer a cola, deslizar o papel de parede e pronto! 

Para isso, você vai precisar de:

  • ferro de passar roupas;
  • extensão elétrica (opcional);
  • pano de prato;
  • espátula (opcional).

Siga as instruções:

  1. Ligue o ferro e o aqueça em baixa temperatura e sem vapor. Garanta que o aparelho alcance a área enrugada ou com bolhas. Use a extensão elétrica, se preciso;
  2. Umedeça um pano de prato em água fria e o posicione sobre a área com imperfeições;
  3. Passe o ferro sobre o pano e, a cada minuto, passe a mão sobre o papel de parede e verifique se a cola amoleceu. Repita o processo quantas vezes forem necessárias, até o revestimento soltar;
  4. Deslize o papel de parede, ajeitando-o quando a cola estiver mole o suficiente. Você pode usar uma espátula para empurrar as bolhas ou rugas com mais facilidade;
  5. Passe o ferro sobre o papel de parede, por aproximadamente 30 segundos, para fixá-lo. Não é necessário utilizar o pano úmido dessa vez;
  6. Deixe o papel de parede esfriar e espere mais ou menos uma hora antes de colocar qualquer coisa sobre sua superfície.

Caso o papel de parede esteja bastante enrugado ou com muitas bolhas, talvez seja mais prático arrancá-lo por completo e começar a aplicação do início. O mesmo vale para rugas e bolhas muito antigas.

4. Prolongue a vida útil do revestimento

Mais fácil do que instalar um papel de parede, é mantê-lo bonito.

Para isso, um pano úmido, um espanador ou um aspirador de pó será o suficiente. Caso o papel de parede seja vinilizado ou impermeável, você pode aplicar um pouco de sabão neutro no pano úmido.

Caso ele não seja, lembre-se sempre: a água é inimiga, portanto, deve ficar longe do seu papel de parede!

Descolou? Um pouco de cola branca deve ajudar. Para facilitar a aplicação, você pode usar uma seringa. 

Esperamos que as nossas dicas tenham sido úteis para o seu dia a dia!

E você, tem alguma técnica especial para remover bolhas em papel de parede? Conte para a gente e para os demais leitores do blog deixando um comentário aqui no post!

 

Conheça a loja

Escrito por QCola