quarto de jovens

Para muitos pais, decorar quarto de adolescente é um verdadeiro desafio. Os jovens querem imprimir a própria marca no mundo, buscam liberdade e privacidade e desejam ter um espaço que seja a cara deles. Mas como fazer isso?

Foi pensando nessa pergunta que preparamos 6 dicas simples e essenciais para você acertar em cheio no décor, e o melhor: envolver o adolescente para que ele faça as próprias escolhas. Acompanhe!

1. Adote uma paleta de cores diferenciada

De início, nossa primeira dica para decorar quarto de adolescente é não ter medo de usar (e abusar) de uma paleta de cores diferenciada. Afinal, estamos falando da adolescência, uma fase bastante intensa e rica em experimentações. Por isso, nada mais natural do que utilizar tons mais vibrantes e cheios de vida para transformar o local.

Porém, não confunda: não se trata de apenas de usar a maior gama de tonalidades possíveis no recinto, deixando-o até mesmo sobrecarregado e abafado.

Planeje um ambiente que seja colorido, mas que não deixe de ser visualmente equilibrado e coeso com a personalidade do jovem. Por esse motivo, envolva-o na escolha da paleta de cores que vai estar presente desde a parede até os móveis. Isso é muito importante para que ele se identifique com a decoração.

2. Escolha uma iluminação diversificada e menos invasiva

Ao decorar o quarto do adolescente, você também deve ter o cuidado de diversificar não apenas as cores, mas a iluminação do local. A maneira como ela é pensada pode servir para destacar objetos decorativos, tornar o espaço maior ou aumentar a sensação de aconchego e conforto do ambiente.

Para isso, é necessário se atentar a dois pontos. O primeiro diz respeito à temperatura da luz. Em quartos e dormitórios, o ideal é que ela seja quente, ou seja, amarelada, que maximiza a sensação de bem-estar e induz ao sono.

O segundo é a disposição. Não se atenha apenas ao formato tradicional de iluminação no teto. Ao contrário, explore-a nas paredes e também no mobiliário para criar uma luminosidade menos invasiva e cansativa visualmente. A forma mais simples de fazer isso é por meio de abajures, arandelas, luminárias de piso e fitas LED.

3. Invista em papéis de parede

Grandes aliados da decoração, os papéis de parede ajudam a compor o estilo de décor do cômodo, deixando com um ar mais vintage ou industrial, e com a cara do dono.

E como há uma grande variedade de modelos — listradosgeeks, jovens e geométricos, por exemplo —, todos são de fácil aplicação e têm um excelente custo-benefício, é possível, inclusive, repaginar o ambiente depois de um certo tempo.

Ao fim de cada ciclo, você e o adolescente podem mudar o papel de parede e colocar outro que esteja mais de acordo com os novos gostos e preferências dele.

4. Explore os espaços verticais

explore as paredes

Outra dica que também pode fazer a diferença no quarto e dar mais liberdade criativa para o adolescente é eliminar o excesso de mobília. Retire cômodas, armários, mesas e outros móveis que não possuam utilidade no dia a dia. No lugar, faça uso dos espaços verticais para decorar o ambiente, ou seja, explore as paredes.

Você pode investir em nichos, prateleiras e até balcões e aparadores aéreos para diversificar o cômodo. Nessa etapa, é interessante integrar e estimular a participação do jovem na reformulação do local usando os itens citados. Assim, ele pode expor os gostos pessoais e deixar o décor do recinto muito mais autoral e personalizado.

Algumas sugestões que podem ser adotadas são uma miniexposição de livros para os aficionados por leitura, um pequeno arsenal de CDs para quem é fã de carteirinha de uma banda ou uma coleção de diversos action figures de personagens japoneses para quem curte anime.

4. Não abra mão de uma cama aconchegante

Além das dicas já citadas, é fundamental que o quarto tenha uma cama confortável e adequada às medidas do adolescente, como altura e peso. Isso porque ela influencia diretamente na qualidade do descanso dele.

Logo, quando o móvel apresenta dimensões, material ou revestimento precários, o jovem pode ficar com o sono desregulado e sofrer com os efeitos disso, como baixa disposição, cansaço físico e dificuldade de concentração e memorização. Portanto, ao escolher a cama para o cômodo, avalie as diferentes opções feitas com espuma, mola, viscoelástico e látex.

O motivo para tanta análise é que cada uma apresenta níveis diferentes de densidade, suporte e adaptação às curvas do nosso corpo. Além disso, considere os modelos antialérgicos e ortopédicos para atender às necessidades médicas do adolescente.

6. Faça um quarto de adolescente multifuncional

Por fim, não deixe de elaborar um projeto para decorar o quarto de forma multifuncional. Na prática, isso significa planejar o cômodo para que seja muito mais do que um espaço para dormir e estudar. A ideia é que esse lugar da casa seja o canto especial do adolescente, ou seja, onde possa ter total comodidade ao longo do dia e, claro, a privacidade respeitada.

Para tornar isso real, você deve pensar nas atividades e hobbies que ele tem. Por exemplo, o jovem gosta do contato com a natureza? Então aproveite uma varanda ou sacada para disponibilizar um jardim vertical que ele possa cuidar.

Se seu filho prefere receber os amigos em casa, providencie puffs e banquetas e crie um espaço de socialização dentro do quarto. Vale a pena, inclusive, dispor um frigobar no ambiente para que ele possa servir aos demais com refrigerantes, sucos e quitutes.

Já se o interesse dele for os videogames, dá para adaptar parte da mobília do quarto para que exista uma central audiovisual com aparelhos de som, telas, controles e até mesmo bancos profissionais que o permitam ter uma imersão muito maior nos momentos de lazer.

Gostou das nossas dicas para decorar quarto de adolescente? Então não deixe de segui-las para criar um ambiente confortável, criativo e que seja, de fato, a cara dele! Aproveite o tema deste post e confira também as nossas dicas para decorar o quarto de casal!

Conheça a loja

 

Escrito por QCola