explorar e aprender

O conceito montessoriano, foi criado pensando no desenvolvimento das crianças, respeitando o tamanho, suas habilidades, limitações e necessidades. Esse método educacional criado pela educadora italiana Maria Montessori, é seguido até mesmo por algumas escolas, deixando a criança mais livre para explorar e aprender com tudo que está ao seu alcance. No geral, quartos de criança são projetados para praticidade dos pais, e com isso, a criança perde a oportunidade de se desenvolver em um ambiente que deveria ser para ela.

Pensando sempre na liberdade da criança para aprender e explorar tudo que está ao seu alcance, os brinquedos ficam no chão ou em móveis baixos, as roupas também podem ficar ao seu alcance para que com o tempo ela aprenda a se vestir sozinha. No lugar do berço é mais comum ter um colchão em uma estrutura de madeira montado diretamente no chão, tudo montado sempre pensando na segurança da criança, para que ela possa ficar ali brincando conforme cada idade.

Além desse estilo de decoração trazer toda essa autonomia para a criança, é muito simples e barato de fazer. E ai vai algumas dicas de como montar o quarto montessoriano!

Berço

A característica que mais assustam os pais que estão procurando por esse estilo de decoração, é a ausência do berço, diferente de qualquer outra decoração de quarto infantil, o colchão no chão é indicado, pois acredita-se que o berço pode restringir os movimentos da criança e não da autonomia, fazendo com ela venha depender mais dos adultos até que tenha acesso a própria cama.

Você pode abusar da criatividade na hora de montar a cama, geralmente a mais utilizada é a cama em forma de casinha, tenda, cabeceira com dossel de castelo, são diversas as opções de modelos. Geralmente com a estrutura em madeira, que pode ser feito por um marceneiro ou por você mesmo. É importante que a cama tenha ao menos uma base, seja em madeira, tapetes ou EVA, para manter a cama longe da friagem do chão.

Para garantir a segurança e conforto da criança com a cama no chão, você pode utilizar almofadas e protetores, que podem impedir que um bebê menor role da cama enquanto dorme.

Móveis e Objetos

estimule a criatividade

Estimulando a autonomia e a criatividade da criança, deixe sempre brinquedos e livros ao alcance da criança, para que ela possa decidir com que, quando e como ela vai brincar. Você pode dispor esses objetos em um cantinho de atividades utilizando prateleiras, mesas, nichos ou cestos, tendo fácil acesso aos seus brinquedos ou livros sem precisar da ajuda de um adulto.
Não é necessário que todos os brinquedos ou livros estejam todos expostos sempre, você pode deixar apenas alguns brinquedos, fazendo um rodízio, para que a criança possa focar no que ela está brincando no momento.

Guarda roupas e cômodas, também devem ser adaptados nesse estilo de decoração, você pode deixa-los a altura do bebê, ou apostar em araras ou cabideiros, onde ele mesmo poderá escolher o que vestir,sendo roupas ou até mesmo fantasias, estimulando assim a independência e a responsabilidade de manter tudo sempre no lugar.

Outra forma de fazer com que a criança interaja consigo mesma, é utilizar um espelho próximo a sua altura, geralmente colocadas na horizontal próximo a caminha. Hoje existem opções de espelhos que irão trazer mais segurança, como o modelo em acrílico, que não irá estilhaçar e machucar o seu bebê.
Instale também, uma barra de segurança, para bebês que estão começando a andar dará a segurança de ficar em pé até dar os primeiros passinhos. E como tudo dentro de um quarto infantil, deve ter o cuidado de garantir que essa barra esteja bem fixada, para que não machuque o bebê e não tire dele a confiança para dar novos passos sozinho.

E já que estamos falando em segurança, uma forma de evitar que seu bebê saia correndo pela casa sozinho, é utilizar grades de proteção em portas ou escadas por exemplo.

Decoração

Utilize temas lúdicos, como bichinhos, natureza, formas e cores fortes estimulando o lado criativo da criança. Você pode aplicar esses temas em almofadas, objetos de decoração, para bebês pequenos aposte nos móbiles, com cerca de 30 centímetros a cima de onde o bebê fica deitado e prefira com poucas cores nos primeiros meses de vida, pois os mais coloridos, pois a visão ainda está em desenvolvimento quando eles nascem.

Plaquinhas, ou as inicias ou nome da criança, que você encontra em vários formatos, como, luminárias e adesivos. As lousas também são bem vindas, podem ser de giz naquela tradicional lousinha, em adesivos diretamente na parede ou uma lousinha de canetão. E esse momento do nome da criança é legal pois irá incentivar  essa criança a interagir e conhecer as letras do seu próprio nome no momento da alfabetização.

Aposte em uma iluminação não muito forte, um exemplo bacana é utilizar pequenas lâmpadas de led, ou aquele pisca-pisca de natal em volta da cama, ou pequenas luminárias vão deixar esse ambiente super aconchegante e charmoso.

Deixe sempre um espaço livre, sem excesso de objetos e móveis, tornando um ambiente clean e minimalista, evitando também móveis com quinas, gavetas e portas que possam fechar nas mãozinhas dos pequenos ou objetos que possam quebrar, afinal depois dos olhos são as mãos o maior instrumento que nos ajuda a explorar o mundo.
É muito importante ter esse espaço livre para que seu bebê possa engatinhar, andar, enfim se divertir dentro do quarto, e ter essa liberdade que o conceito montessoriano prega.

Enfim o conceito montessoriano, resumindo é dar acesso a criança a tudo que está dentro do seu quarto, apropriado para o tamanho e a idade, proporcionando sempre o desenvolvimento, independência e criatividade da criança.

E se você curtiu o nosso post, não esquece de compartilhar nas suas redes sociais. 😉

Conheça a loja

Escrito por QCola